Doce Vida

  

GRITO PESSIMISTA

 

Voraz

Assaz ferino

É bem fugaz

O meu destino

 

Banal

Mortal ferida

Essa dor fatal

Chamada vida

 

(Climério Ferreira)

 

 

 

A LEI DO LÉXICO             

  

A lâmina

Mais feroz

É a que tem a ânima

Na voz

 

Sangra verbo

Corta crase

E deixa ébrio

O sentido da frase

 

(Climério Ferreira)

 

 

  

LIÇÃO DE HISTÓRIA

 

Não é porque um muro caiu em Berlim

Que o sonho de uma sociedade mais justa chegou ao fim

 

(Climério Ferreira)

 

 

 

SONHO DE CONSUMO

 

Quando o supermercado

Vender sentimentos

Vou querer comprar de volta

Certos momentos

 

(Climério Ferreira)

 

  

 

NA IDADE MÍDIA 

Nenhum feito é fato

Se não for bem divulgado

Com todo estardalhaço

No mundo globalizado

 

Daquela revista besta

Que traz fofoca de artista

E que a gente pega na cesta

Enquanto espera o dentista

  

(Climério Ferreira)

 

 

 

DOCE VIDA

  

Se o ciúme é o medo de perder

E a inveja é o desejo de ter

A mim que já perdi e nunca tenho

Resta sempre esperar o amanhecer

 

Se o talento alheio me maltrata

E o fato de ser feio me incomoda

O que dessa vida triste me arrebata

É o doce exercício de viver

 

(Climério Ferreira)

 

  

 

A REAL FICÇÃO

  

A atriz me diz

Com seu sorriso de giz

Que na vida que quis

Não tem papel para ela

 

(Climério Ferreira)

 

Anúncios

0 Responses to “Doce Vida”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Arquivos

maio 2008
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: