É ler e gostar!

Este Blog é uma criação de Antonio Celso Duarte, em homenagem e em parceria com o poeta e compositor Climério Ferreira.
Sejam Bem-vindos!

Climério e o fabuloso livro dos pensares poéticos

por Guido Heleno Dutra – poeta e escritor

 poesia mínima & frases amenas é o mais recente livro do Climério Ferreira, uma grande obra construída, tijolo a tijolo, com a argamassa da síntese em que as palavras se fazem de cimento e dão liga ao concreto.
Não é um pequeno grande livro porque tem quase 250 páginas nas quais a sensibilidade poética de Climério se apresenta de maneira exuberante e, ao mesmo tempo, minimalista.
Os poemicros e os dizeres não são partes estanques do livro, uma vez que a unicidade se dá pela harmoniosa mágica de combinar poesia, humor e pensares dentro da mais perfeita síntese.
O mais sintético desses poemicros vaticina que a poesia nos faz reaprender a ver. Climério é, portanto, um iluminador de palavras que, com sua lanterna mágica, dá foco ao cotidiano.
Ao percorrer seus poemicros & frases amenas somos levados a rever, agora enxergando e não só vendo, como são relevantes determinados momentos e acontecimentos tidos como corriqueiros em nossa trajetória de vida. É possível ler o livro sem parar. Aliás, este é o primeiro impulso. Mas logo se percebe que, como um bom vinho, o melhor mesmo é degustar, sem pressa. Até porque a síntese poética tem o poder de provocar reações, remeter a lembranças.
A Fernanda Takai, na apresentação do livro, ressalta isso, de que é um saboroso prato e deseja ao leitor um bom apetite. Recomendaria para devorar com moderação. Impossível destacar um único desses poemicros ou escolher a melhor das frases amenas. Abri ao acaso. Sem cabimento: a vida humana é tão curta/ que não cabe essa mania de grandeza.
Em outra página, uma frase amena: quando a paisagem ameaça ressecar meu peito/minha alma chove. A leitura atenta da obra revela inúmeras facetas de Climério Ferreira, dando-nos a certeza de que além de músico e letrista, é um poeta com o poder da síntese, um escritor que, por meio de seu comedido humor e ampla capacidade de observação do mundo, é capaz de pinçar essências no dia-a-dia, ir direto às pepitas de ouro em meio a uma montanha de cascalho.
Livro de cabeceira. Livro de algibeira. Livro para a vida inteira. Livro para ler, reler, rever, se divertir, pensar e tudo mais. É ler e gostar!

Anúncios

1 Response to “É ler e gostar!”


  1. 1 José de Castro outubro 25, 2011 às 5:56 pm

    Amigo e poeta Climério: tomei a liberdade de linkar o teu blog junto ao blogroll do meu http://balaioliterario.com.br Encantei-me com os teus poemas. Alegria em te ler. E assim vamos desvendando estrelas e recriando pequenas galáxias de palavras navegando a imensidão… Um abraço do José de Castro.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Arquivos

julho 2011
S T Q Q S S D
« out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

%d blogueiros gostam disto: